Estudo terminológico de espécies arbóreas:uma proposta para a popularização do conhecimento – do científico ao popular

342

Este trabalho objetiva, com base nos postulados teórico-metodológicos da Terminologia teórica e aplicada, da Socioterminologia e da Tradutologia, apresentar uma proposta para popularização do conhecimento científico, e tem como resultado uma amostra de catálogo de espécies arbóreas, em linguagem popular. Para tanto, delimitamos o corpus deste estudo e analisamos a passagem do científico ao popular, considerando o continuum entre parâmetros (do científico ao popular) e o continuum tipológico (gênero textual), que nos serviram de base para estabelecer o parâmetro das distâncias entre os níveis. Utilizamos a tradução intralingual como mediadora do conhecimento científico, para re-explicar os conceitos difíceis e diminuir a complexidade do texto de especialidade. Descrevemos a trajetória do processo de diminuição da densidade terminológica do texto para a elaboração das definições que compõem a amostra do catálogo. Em conclusão, constatamos que é possível, em Terminologia, permanecermos dentro de um mesmo universo de discurso e gênero textual, mudando, apenas, o nível de registro, de acordo com objetivos e públicos específicos. Observamos, também, que a Tradução utiliza-se da Terminologia, assim como a Terminologia utiliza-se do processo de tradução para a elaboração das definições de conceitos e termos, sendo a tradução intralingual, assim como a tradução interlingual e intersemiótica, uma etapa imprescindível na construção do saber.

Acesse a dissertação na íntegra

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe seu comentário!
Por favor, coloque seu nome aqui