Permacultura: A ética da nova geração

516

Ao longo desse curso de EA temos visto alguns cenários nada agradáveis, pra citar alguns basta dizer do ultra-consumismo de recursos naturais com toda a corrupção e as guerras intrinsicamente ligadas, poluição e má distribuição da água, hiper-exploração e consumo do petróleo, o famoso aquecimento global entre outros… É nesse cenário de colapso global em que a Permacultura vem tomando cada vez mais espaço e cada vez mais difundida!

A Permacultura trata de pessoas, trata de consumo, trata também dos meios de transporte, de energia, de agricultura, das florestas, da água, de sustentabilidade, de construções, plantas entre tantas outras coisas…permacultura

Mas Permacultura é na verdade uma metodologia científica de design para a criação de ambientes humanos sustentáveis. A palavra PermaCultura não é somente uma contração das palavras permanente e agricultura, mas também de Cultura Permanente, pois como diria Bill Molisson (um dos fundadores da idéia da permacultura) “Não há uma ordem social estável sem uma agricultura sustentável”. Mais importante do que lidar com todos os elementos citados acima, a Permacultura vai além, ela visa um relacionamento, uma ligação muito bem afinada entre todos esses elementos de maneira a criar sistemas que sejem ecologicamente corretos e economicamente viáveis; que supram suas próprias necessidades, não explorem ou poluam e que assim sejam sustentáveis a longo prazo. A Permacultura utiliza as qualidades inerentes das plantas e animais, combinadas com as caracteríticas naturais dos terrenos e edificações, para produzir um sistema de apoio a vida para a cidade ou a zona rural, utilizando a menor área praticamente possível.
A Permacultura é baseada na observação de sistemas naturais, na sabedoria contida em sistemas produtivos tradicionais e no conhecimento moderno, cientifico e tecnológico. Embora baseada em modelos ecológicos positivos, a Permacultura criar uma ecologia cultivada, que é projetada para produzir mais alimentação humana e animal do que seria encontrado naturalmente!
A Permacultura é um sistema pelo qual podemos existir no planeta Terra utilizando a energia que está naturalmente em fluxo e é relativamente inofensiva; e, da mesma forma, pelo uso de alimentação e de recursos naturais que sejam abundantes, sem destruirmos a vida na Terra. Todas as técnicas para a conservação e a restauração da Terra já são conhecidas; o que não é aparente é alguma nação ou um grupo grande de pessoas que esteja preparado para efetuar a mudança.

Os conceitos Permaculturais são sustentados por éticas e princípios, a tríade ética é a seguinte:

  • Cuidado com a Terra: significa o cuidado com todas as coisas, vivas ou não: solos, espécies e suas variedades, atmosfera, florestas, micro-habitats etc etc… Isso implica em atividades inofensivas e reabilitantes, conservação ativa, uso de recursos de forma ética e frugal, e um estilo de vida correto.
  • Cuidado com as pessoas: de forma que nossas necessidades básicas de alimentação, abrigo, educação, trabalho satisfatório e contato humano saudável sejam supridas. O cuidado com as pessoas é importante porque, mesmo que as pessoas sejam apenas uma pequena parte da totalidade dos sistemas vivos do mundo, nós causamos um impacto decisivo neste.
  • Cuidado com a distribuição do excesso de tempo, dinheiro e materiais e limites ao consumo.

Vou fechar essa “breve” explicação com uma frase que acho que deva permear nossas ações: “Seja responsável pela sua própria existência”.

Autor: Guilherme Permínio

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe seu comentário!
Por favor, coloque seu nome aqui