Como incentivar a criatividade e inovação na sala de aula

0
363

A criatividade e a inovação são habilidades essenciais para o sucesso em qualquer área de atuação e não estamos falando apenas do ensino médio ou fundamental, mas também de cursos relacionados à informática, filtro de ar para compressor ou qualquer outro. 

Incentivar essas habilidades prepara os estudantes para um futuro cada vez mais competitivo e exigente. Por isso, a expectativa é que os professores busquem maneiras de estimular a criatividade e inovação na sala de aula. 

Ficou curioso e deseja compreender melhor sobre o tema? Então saiba que vamos apresentar algumas dicas a respeito disso e verificar quais as dificuldades encontradas em salas de aulas pelos professores.

Estimulando a criatividade na sala de aula

A criatividade é uma habilidade fundamental para a resolução de problemas e para o desenvolvimento de soluções inovadoras. Portanto, dentro da sala de aula, professores têm a obrigação de incentivar a curiosidade dos alunos e permitir que eles expressem suas ideias livremente. 

Isso é tão essencial quanto a aquisição de uma paleteira manual para o setor de transporte de cargas pesadas. Dito isso, determinamos algumas dicas, começando com a ideia de fomentar a curiosidade dos alunos, incentivando-os a fazer perguntas e buscar respostas para suas dúvidas.

Em seguida, o encorajamento da experimentação dará a todas as pessoas que participam das aulas, uma maneira de testar suas ideias, sem medo de errar. Tudo porque, se ali é possível se equivocar, não podemos dizer o mesmo no mercado de trabalho.

E a imaginação? Ela deve ser moldada da seguinte forma: propondo desafios e atividades que exijam criatividade. Enfim, dê espaço para que tenham chances de se expressarem, independente da dúvida que tenham.

Que tal encontrar aplicativos e sites como o Duolingo ou os cursos do Sebrae, alguns até com certificados, para auxiliá-los nisso?

Quais as dificuldades encontradas em salas de aulas pelos professores?

Os professores enfrentam muitas dificuldades em sala de aula, desde problemas com disciplina dos alunos até a falta de recursos, por conta de governos que não estão nem aí para investimentos nessa área e materiais adequados para ensinar. 

Pense, portanto, que um profissional da área de carrinho de carga, trabalhará mais feliz e otimizará seu tempo com as ferramentas adequadas, certo? O mesmo acontece com os docentes. Sem os livros, bons cursos de aprimoramento e com maior pressão para fazer o que sabem, essa estrada será tortuosa e pesada.

Outros problemas, tem a ver com a falta de apoio da escola, pois os professores poderão se sentir sozinhos em suas salas de aula, sem o suporte necessário da direção ou de colegas. Eles podem não ter o treinamento adequado ou acesso a recursos educacionais necessários para promover a criatividade e inovação em suas aulas.

Quer mais? Um novo apontamento visto em um estudo recente, diz que muitos professores têm que lidar com grandes classes, o que pode dificultar esse ensino individualizado e a criação de projetos criativos em grupo. 

É desafiador, principalmente, para aqueles que trabalham com crianças que têm necessidades especiais. Ao mesmo tempo, uma faculdade de engenharia de alimentos, que tem uma máquina de embalar em seus laboratórios, consegue ir além do óbvio, ao contrário daquela com falta de recursos.

Há enfrentamento no que diz respeito à falta de investimentos na compra de materiais educacionais, o que pode limitar sua capacidade de ensinar de maneira inovadora e criativa. Isso também pode ser um obstáculo para a implementação de tecnologias modernas em sala de aula.

E se nossa ciência está sucateada por conta dos últimos 4 anos de governo (lembrando que esse nicho nunca foi de ‘primeira importância’ para os políticos), como acreditar que os bilhões chegarão até as instituições municipais, estaduais e federais?

Por fim, há outros dois detalhes que devem ser ultrapassados e driblados a curto, médio e longo prazo. Portanto:

  • Problemas de comportamento: muitos professores enfrentam problemas de comportamento com seus alunos, que afetam a dinâmica da sala de aula e limitam a capacidade de criar um ambiente criativo e inovador. 

Desta forma, é óbvio pensar que irão lidar com desrespeito, bullying, distrações e outras questões. Assim como em uma empresa, a cultura no dia a dia, seguirá como uma máxima para a balança permanecer de forma coesa (quando feito da maneira certa);

  • Pressão para seguir o currículo: com o aumento da pressão sobre as escolas para melhorar o desempenho acadêmico, muitos professores se sentem obrigados a seguir um currículo rígido. 

Ou seja, sua capacidade de promover a criatividade e inovação em suas aulas pode limitar-se, tornando-se mais mecânica e menos inspiradora para os alunos.

Com todos esses detalhes colocados em prática, não há como negar que, além de driblar esses pontos negativos, ter visão para criatividade e inovação é essencial. Lembre-se que essa profissão vai além de todas as outras.

Ela moldará as gerações, seja crianças, jovens ou adultos que já estão na faculdade.

Gostou do conteúdo? Então, conte para gente nos comentários e não deixe de acompanhar as novidades no blog e compartilhar nas redes sociais.

Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here