Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil

0
1339

A construção civil é uma indústria importante para a economia de muitos países, mas infelizmente é uma fonte significativa de resíduos sólidos. Esses resíduos podem ser prejudiciais para o meio ambiente e a saúde humana se não forem gerenciados corretamente. Neste artigo, vamos discutir os diferentes tipos de resíduos da construção civil e como eles podem ser gerenciados de forma segura e eficiente.

1. O que são resíduos da construção civil?

Os resíduos da construção civil são definidos como todos os resíduos gerados durante o processo de construção, reforma, reparo ou demolição de edifícios, estradas, pontes e outras estruturas. Esses resíduos incluem materiais como concreto, tijolos, madeira, metal, gesso, asfalto, vidro e plástico.

Lei sobre os resíduos da construção civil

A lei que trata sobre os resíduos da construção civil no Brasil é a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída pela Lei nº 12.305/2010. A PNRS estabelece diretrizes para o gerenciamento de resíduos sólidos, incluindo os resíduos gerados na construção civil, e tem como objetivo promover a proteção da saúde pública e do meio ambiente, bem como o aproveitamento dos resíduos como fonte de matéria-prima e energia.

De acordo com a PNRS, os resíduos da construção civil devem ser gerenciados de forma a garantir a sua adequada destinação final, com prioridade para a sua reutilização, reciclagem e outras formas de valorização. A lei também prevê a responsabilidade compartilhada entre poder público, setor privado e sociedade civil no gerenciamento dos resíduos, bem como a obrigação dos geradores de resíduos da construção civil de implementar medidas para minimizar a geração desses resíduos.

Além da PNRS, existem outras legislações relacionadas aos resíduos da construção em nível municipal e estadual, que complementam as diretrizes estabelecidas pela lei federal e estabelecem regras específicas para o gerenciamento dos resíduos em cada região. É importante que empresas e profissionais da construção civil estejam sempre atualizados em relação às leis e normas vigentes, a fim de garantir a conformidade com a legislação e a proteção do meio ambiente.

2. Como os resíduos da construção civil são gerados?

Os resíduos da construção civil são gerados em todas as fases do processo de construção. Durante a fase de construção, os resíduos podem ser gerados a partir do corte e moldagem de materiais, enquanto durante a fase de demolição, os resíduos são gerados a partir da demolição de estruturas existentes. Além disso, durante a fase de reforma e reparo, os resíduos são gerados a partir da remoção de materiais antigos e danificados.

3. Qual é o impacto ambiental dos resíduos da construção civil?

Os resíduos da construção podem ter um impacto significativo no meio ambiente se não forem gerenciados corretamente. Esses resíduos podem poluir o ar e a água, além de contribuir para a degradação do solo. Além disso, a queima de resíduos sólidos pode levar à emissão de gases de efeito estufa, o que contribui para o aquecimento global.

4. Como gerenciar os resíduos da construção civil de forma eficiente?

Para gerenciar os resíduos de forma eficiente, é necessário adotar uma abordagem abrangente que envolva a redução na fonte, a reutilização e a reciclagem dos materiais. A seguir, listamos algumas medidas que podem ser adotadas para gerenciar os resíduos de forma mais eficiente:

4.1. Redução na fonte

A redução na fonte é a primeira e mais importante etapa no gerenciamento dos resíduos da construção civil. Isso envolve a adoção de práticas que visam reduzir a quantidade de resíduos gerados durante o processo de construção. Algumas medidas que podem ser adotadas para reduzir a quantidade de resíduos incluem:

  • Seleção cuidadosa de materiais: ao escolher materiais para a construção, é importante considerar a durabilidade, a reutilização e a reciclabilidade dos mesmos.
  • Planejamento cuidadoso do canteiro de obras: é importante planejar o canteiro de obras de forma a otimizar o uso dos materiais e evitar desperdícios. Isso pode incluir a utilização de sistemas construtivos que gerem menos resíduos, a organização do local de trabalho e a implementação de práticas de gestão de resíduos eficientes.Treinamento da equipe: é essencial que toda a equipe envolvida na construção esteja consciente da importância da redução de resíduos e seja treinada em práticas de gestão de resíduos eficientes.
    Utilização de técnicas construtivas sustentáveis: a utilização de técnicas construtivas sustentáveis, como a construção a seco e o uso de materiais reciclados, pode ajudar a reduzir a quantidade de resíduos gerados na construção civil.
    Implementação de um plano de gestão de resíduos: é fundamental que seja elaborado um plano de gestão de resíduos para a obra, com a definição de metas e práticas para a redução, reutilização e reciclagem de resíduos. Além disso, é importante que haja um controle rigoroso sobre o descarte dos resíduos gerados na obra, garantindo que eles sejam encaminhados para locais adequados e licenciados.
    Monitoramento constante: é importante monitorar constantemente a geração de resíduos na obra, verificando se as práticas adotadas estão sendo eficientes e identificando possíveis oportunidades de melhoria.Ao adotar essas medidas, é possível reduzir significativamente a quantidade de resíduos gerados na construção civil, contribuindo para a preservação do meio ambiente e a construção de um futuro mais sustentável. É importante ressaltar que a gestão adequada de resíduos na construção civil é um dever de todos os envolvidos na obra, desde o proprietário até os trabalhadores, e deve ser encarada como uma responsabilidade social e ambiental.

É importante que as empresas que atuam no setor da construção civil adotem medidas preventivas para minimizar a geração de resíduos sólidos. Essas medidas podem ser aplicadas desde a fase de projeto até a execução da obra.

Uma prática que pode ser adotada é o uso de materiais alternativos, como o reaproveitamento de materiais de demolição ou sobras de obras anteriores. Além disso, é importante que as empresas realizem um planejamento adequado da obra, evitando o desperdício de materiais e a utilização de materiais em excesso.

Outra medida importante é a escolha de fornecedores que sejam comprometidos com a gestão adequada de resíduos da construção civil. Dessa forma, é possível evitar o descarte inadequado desses materiais e contribuir para a preservação do meio ambiente.

4.2. Reutilização

A reutilização de resíduos da construção civil é outra medida importante que pode ser adotada pelas empresas do setor. Materiais como concreto, tijolos e blocos podem ser reutilizados em novas construções, contribuindo para a redução de novos resíduos e para a economia de recursos naturais.

Além disso, a reutilização de resíduos pode gerar benefícios econômicos para as empresas, uma vez que a utilização desses materiais pode reduzir os custos de produção. É importante ressaltar que a reutilização deve ser realizada de forma adequada, seguindo normas técnicas e de segurança para garantir a qualidade e durabilidade das novas construções.

4.3. Reciclagem

A reciclagem é uma das formas mais eficazes de gestão de resíduos da construção civil. Materiais como vidros, plásticos, metais e madeiras podem ser reciclados e transformados em novos produtos. A reciclagem contribui para a redução da quantidade de resíduos descartados em aterros sanitários e para a preservação do meio ambiente.

No entanto, é importante ressaltar que a reciclagem de resíduos da construção civil ainda é pouco difundida no Brasil. É necessário que as empresas do setor adotem medidas para incentivar a reciclagem desses materiais, como a criação de parcerias com empresas especializadas em reciclagem e a conscientização dos colaboradores sobre a importância desse processo.

5. Conclusão

A gestão adequada de resíduos da construção civil é fundamental para a preservação do meio ambiente e para o desenvolvimento sustentável do setor. A redução na fonte, a reutilização e a reciclagem são medidas importantes que podem ser adotadas pelas empresas para minimizar a geração de resíduos e contribuir para a preservação dos recursos naturais.

Além disso, é importante que as empresas do setor invistam em tecnologias e equipamentos que possam auxiliar na gestão de resíduos, como a utilização de caçambas estacionárias, prensas hidráulicas e trituradores de resíduos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here