Análise da percepção ambiental de estudantes do Ensino Básico em Portugal

330

Em Janeiro de 2007 (Lisboa), durante a realização das XIV Jornadas Pedagógicas da Associação Portuguesa de Educação Ambiental / ASPEA, em um grupo de trabalho coordenado pelo Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental/NEPA, da Faculdade Brasileira/UNIVIX, Vitória, Espírito Santo, Brasil, foi apresentada e aprovada uma proposta de pesquisa nos moldes daquela realizada no Brasil para a Coordenação Geral de Educação Ambiental do Ministério da Educação/MEC (2006). A pesquisa visava analisar a percepção ambiental de alunos do Ensino Básico, em Portugal. A pesquisa teve como foco aspectos ligados à “cidadania ambiental” e “uso racional da água”, envolvendo preferencialmente alunos dos quinto e oitavo anos, uma vez que, entre outros objetivos, pretendia-se avaliar a evolução do nível de percepção ambiental entre os alunos dos dois segmentos amostrados. A pesquisa, desenvolvida com a coordenação do NEPA, envolveu 1034 alunos, de 10 escolas, distribuídas por 7 concelhos em Portugal e um em Moçambique, com a participação direta de 37 professoras(es) que aplicaram diretamente os instrumentos da pesquisa a seus alunos. Para um intervalo de confiança de 95%, os resultados da pesquisa sobre “cidadania ambiental” estão associados a um erro, para mais ou para menos, de 3,05%, enquanto a pesquisa sobre “uso racional da água” a um erro de 3,55%. Esta pesquisa pode ser considerada como pioneira em Portugal, sendo que seus resultados são de grande importância para o conhecimento de educadores e gestores públicos ligados à temática da Educação Ambiental.

Leia o texto completo

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe seu comentário!
Por favor, coloque seu nome aqui